Arquitetas Invisíveis. Fonte: ArchDaily Brasil.

“Arquitetas Invisíveis” é um projeto criado por estudantes da FAU/UnB com o objetivo de resgatar a memória de arquitetas, como  Anabelle Selldorf, Charlotte Perriand, Farshid Mourssavi e outras dezoito profissionais, que tiveram um papel representativo na Arquitetura e Urbanismo, mas que foram desprestigiadas pela história.

Segundo Beatriz Colomina, historiadora da arquitetura, as “Mulheres são como fantasmas na arquitetura moderna: presentes em todos os lugares cruciais, mas estranhamente invisíveis”.

Ilustração da fotografia da Lilly Reich.

A pesquisa aborda o trabalho da Lilly Reich (1885-1947), arquiteta italiana que exerceu a profissão na Áustria, Alemanha, Estados Unidos e Inglaterra. Reich trabalhou ao lado de Mies Van der Rohe e Joseph Hoffman. Dentre suas principais obras edificadas estão: Pavilhão de Barcelona (1929); Tugendhat House (1929); Lange House (1930). Produziu também as cadeiras: BRNO; Barcelona; MR; Kubus.

Cadeira Barcelona (1929). Fonte: Ruhama Junqueira.

Ilustração da fotografia da Denise Scott Brown.

Denise Scott Brown (1931) é uma arquiteta britânica, naturalizada americana. Segundo a pesquisa, Denise exerceu a profissão na Filadélfia, Califórnia e Yale e trabalhou com o arquiteto Roberto Venturi. As principais edificações que colaborou foram: Gordon Wu Hall, Butler Colloge, Princeton University (1983); Sainsbury Wing, National Galley, Londres (1991).

Os pesquisadores destacam o momento da carreira da Denise no qual apenas seu marido, “Scott Brown, ganhou o Prêmio Pritzker, ignorando a parceria entre os dois e colocado Scott como o único homenageado”. Durante a cerimônia Scott Brown declarou que a arquitetura é a mais colaborativa das artes.

Sainsbury Wing, National Galley, Londres (1991). Fonte: Art Fund.

Lilly Reich e Denise Scott Brown são apenas duas das vinte e uma arquitetas estudadas pelo projeto, no qual busca, através do conhecimento e da admiração, o reconhecimento da mulher na arquitetura, que nos leva a refletir sobre a profissão e o mundo.

Referências Bibliográficas

Exposição “Arquitetas Invisíveis” abre dia 4 de novembro ao público, na FAU/UnB. CAU/DF, Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal. Acessado em 10 Fev 2015. Disponível em <caudf.org.br/portal/index.php/m-imprensa/1047-eventos-arquitetas.html>.


Horton, Guy. “The Indicator: Why 2013 was Denise Scott Brown’s Year” 06 Jan 2014. ArchDaily. Accessed 10 Feb 2015. <archdaily.com/?p=463530>.

“Lilly Reich Architecture” Imgkid. Acessado em 10 Fev 2015. Disponível em <imgkid.com/lilly-reich-architecture.shtml>.

National Galery. Art Fund. Acessado em 10 Fev 2015. Disponível em <artfund.org/what-to-see/museums-and-galleries/national-gallery>.

Romullo Baratto. “Exposição “Arquitetas Invisíveis” na Semana Universitária da UnB” 04 Nov 2014. ArchDaily Brasil. Acessado 10 Fev 2015. <archdaily.com.br/br/756644/exposicao-arquitetas-invisiveis-na-semana-universitaria-da-unb>.